Veja como prever e atuar no reajuste do plano de saúde da sua empresa

Data:

27.5.19

Categoria:

Plano de saúde

Escrito por:

Julio C.Bueno

Você tem informações detalhadas sobre a utilização do plano de saúde pelos colaboradores? Costuma saber quais principais indicadores devem considerar mensalmente?

Se a resposta é não, você faz parte da maioria que conta com convênio empresarial e sente-se desamparado em vários momentos. Uma das grandes dificuldades de uma empresa é ter a previsibilidade no plano de saúde adquirido, ainda mais quando se trata do reajuste anual.

O plano de saúde coletivo não conta com fiscalização anual da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Com negociações sem regulação direta entre empresa e operadora, o reajuste torna-se exorbitante e completamente desconhecido. Você pode saber um pouco mais sobre o reajuste no plano de saúde empresarial aqui.

A falta de transparência impede que a empresa tenha conhecimento da sinistralidade, colocando em risco a situação financeira das empresas — já que o plano de saúde é o segundo maior gasto de uma instituição —, forçando-as a buscar outras alternativas, como o downgrade de plano ou uma coparticipação tão alta que o colaborador abre mão do plano.

A seguir, você conhecerá algumas informações que vão ajudar a ter previsibilidade no plano de saúde e em seu reajuste!

1.Transparência nas informações e sinistralidade

Todas as vezes que um colaborador aciona o plano de saúde, uma ocorrência de sinistro é aberta, gerando novos dados que auxiliam no mapeamento de sua saúde e melhor gerenciamento do plano.

Empresas que não têm visibilidade das informações e transparência no detalhamento de seus dados, costumam apresentar, além de alto custo com o convênio, uma falha na gestão em relação à saúde de seus colaboradores.

A falta de conhecimento sobre o atendimento aos beneficiários gera gastos elevados e diminui a qualidade de assistência. Para evitar que isso ocorra é preciso ter nformações, como:

  • taxas de internação mensal;
  • porcentagem das consultas realizadas em pronto-socorro;
  • conhecimento dos colaboradores com problemas crônicos que precisam de cuidado especial;
  • identificação de alto custo com necessidades de procedimentos complexos;
  • projeção para atividades de promoção à saúde.

Ter essas respostas possibilita a empresa o desenvolvimento de estratégias de gestão criando indicadores que possibilitem o acompanhamento meticuloso.

2. Comitê médico para ajudar na previsibilidade no plano de saúde

A realização de comitês médicos junto a corretora tem como objetivo entender melhor a realidade da utilização do plano pelos colaboradores da empresa. Com essas informações, é possível desenvolver estratégias de gestão para casos complexos, gerenciando o alto custo do plano e elaborando atividades de prevenção, como as realizadas pela empresa DXC.

Ações preventivas

Utilizando as informações coletadas nos comitês médicos, a empresa pode desenvolver ações de educação e promoção à saúde de seus colaboradores. Tais ações podem ser aplicadas em forma de palestras de prevenção ao câncer, palestras sobre doenças crônicas, como Diabetes e Hipertensão, e acompanhamento de pré-natal para gestantes.

Com a análise da sua população é mais assertivo as campanhas visando saúde e bem-estar dos colaboradores e seus familiares.

3. A importância de uma corretora inovadora como parceira na gestão

Contar com uma corretora inovadora e parceira faz toda a diferença. Sua participação junto a empresa é fundamental para a transparência de informações, análise de dados e gestão média, resultando na previsibilidade no plano de saúde e gestão da apólice de forma orgânica.

Tal ação permite que a empresa disponha de informações relevantes sobre o perfil da população que utiliza o convênio, classificando pacientes, proporcionando assistência integrada, e permitindo que ações de prevenção sejam colocadas em prática.

Além disso, é identificado a aplicação do plano, fornecendo transparência à empresa, auxiliando no reajuste e mantendo o controle da sinistralidade.

Acompanhe nossa série de vídeos que traz algumas dicas para otimizar a gestão do plano de saúde na sua empresa.

Mas se você quiser saber mais detalhes sobre cada uma dessas ações, como reduzir a sua sinistralidade e ainda cuidar melhor dos seus colaboradores, entre em contato que te ajudamos.

Compartilhar:

Julio C.Bueno

Head of Sales - GESTO

Artigos relacionados

Como ajudamos sua empresa a reduzir seus custos com saúde

Confira como reduzir até 25% dos investimentos em planos de saúde, alcançar reajustes abaixo de 10% e ainda manter a qualidade da assistência oferecida aos colaboradores

VCMH x SINISTRALIDADE - Entenda a diferença e o impacto na sua apólice

Conheça mais sobre dois dos principais envolvidos no reajuste do plano de saúde da sua empresa.

Veja como prever e atuar no reajuste do plano de saúde da sua empresa

Conheça algumas informações que podem ajudar sua empresa a ter previsibilidade no reajuste do plano de saúde.

Saiba de nossas notícias antes.
Inscreva-se agora!